segunda-feira, 18 de junho de 2018

Imaginar do Gigante promoveu 2º Festival Internacional de Artes

Nos passados dias 15 e 16 de Junho, o Imaginar do Gigante promoveu o 2º Festival Internacional de Artes Performativas Contemporâneas que teve lugar na Tanoaria JOSAFER em Esmoriz. Foram duas noites que motivaram uma adesão aceitável por parte dos cidadãos, tendo havido uma forte promoção da nossa cultura. Dentro deste contexto, foram evocadas tradições e não faltaram também algumas produções teatrais, musicais e artísticas.
De acordo com o site "Ponto e Vírgula", o Tan Tan Tan, o nome do festival, remete-nos para a própria tanoaria (tão importante na nossa terra) visto que tal designação deriva dos termos tanoeiro, tanoaria e do som tamn. Não seria de estranhar, por exemplo, que nesse recordar nostálgico de tradicionalismos, tenha decorrido uma espécie de reconstituição que pretendeu reavivar a memória gastronómica e convivial dos industriais esmorizenses, iniciativa que foi baptizada de "Macaca Ramboia". Como Adérito Ferreira nos relatou, tal tradição simbólica tinha lugar na oficina de seu pai em Gondesende, juntando profissionais e artífices dos mais diversos ramos de produção, a nível local.
Ao nível dos espectáculos musicais, destaque para o concerto de rock alternativo e experimental de Manuel Molarinho - "O Manipulador" e outro de música electrónica que foi levado a cabo por Paulo Zé Pimenta (PZ).
Destaque ainda para o espectáculo "Su8marino", aonde Joana Castro se evidenciou ao nível da dança, tentando transmitir a imagem de que os espaços globalizados permanecem, entrelaçados num espaço pessoal, num corpo específico, cheio de referências que se vão desreferenciando em procura de múltiplos. Por outras palavras, tratou-se de um ritual que aludiria para uma fronteira esbatida onde camadas de (des) (re) territorialização (mudança social/demográfica constante) abrem espaço à metamorfose.
O "Exílio das Moscas" também foi umas das grandes surpresas do festival e seria proporcionado pela companhia espanhola "Feira de Leste", um projecto performativo em que questões como a emigração, a imigração, o racismo, o feminismo, abusos de poder, guerra e sátira política foram abordadas.





Foto - Vítor Hugo Vieira 

Universidade Sénior de Esmoriz promove nova exposição de fotografia e pintura

No âmbito das tarefas que lhes são incumbidas em diversas disciplinas, os alunos da Universidade Senior de Esmoriz voltaram a prestar um contributo social significativo, ao procederem à exibição de uma Exposição Colectiva (a qual já se insere numa segunda edição) sobre artes decorativas, fotografia e pintura. A mesma poderá ser visualizada no átrio da Junta de Freguesia de Esmoriz.
Os nossos seniores fotografaram e pintaram, inspirando-se, muitas vezes, nos recantos que a nossa cidade pode oferecer.
Através da sucessão de imagens desta pequena reportagem fotográfica, podemos facilmente constatar que os objectivos foram naturalmente alcançados. Os cidadãos poderão desfrutar de uma exposição original que decerto impressionará pela positiva todos aqueles que gostam desta cidade.






























quarta-feira, 13 de junho de 2018

Consignação do Esmoriztur formalizada

Na final da tarde desta quarta-feira foi finalmente consignada a obra que ditará a requalificação do Esmoriztur. Como já se sabia, a obra foi adjudicada à empresa Binómio Elevado e terá um prazo de concretização de 540 dias. O empreendimento irá exigir um investimento de 1,5 milhões de euros (ao qual será ainda acrescentado o valor do IVA), os quais serão suportados na totalidade pela autarquia vareira. 
Discursaram José Rodrigues Pinto (Dirigente da Divisão de Obras da Câmara Municipal de Ovar), António Bebiano (Presidente da Junta de Freguesia de Esmoriz) e Salvador Malheiro (Presidente da Câmara Municipal de Ovar).
Todos recordaram as burocracias, os avanços e recuos em torno deste projecto, o qual conhece agora uma luz ao fundo do túnel.
A remodelação do Esmoriztur irá afectar sobretudo o seu interior. A sala terá uma capacidade para 500 lugares, o palco sofrerá um alargamento para trás e está igualmente a ser estudado um modelo de gestão que assegure a eficiência futura do edifício, quando este for reabilitado. Muitos acreditam que o Esmoriztur poderá tornar-se mesmo na principal sala de espectáculos do concelho, recuperando a alma de outrora. 
Vários cidadãos que fizeram questão de estarem presentes ficaram satisfeitos por mais uma conquista, de âmbito cultural e social, do povo esmorizense.  
Fundado entre 1979/1980, encerrado em 2008 e requalificado em 2018, esta é a história do edifício que hoje foi relembrada por todos. Foram dez anos de calvário que agora parecem ter chegado ao fim.
No local, estiveram cerca de 50 cidadãos que assistiram à assinatura do auto de consignação, incluindo elementos da empresa responsável pela empreitada (munidos de capacete) prontos a meter mãos à obra. Houve, no final, uma visita revivalista ao interior do edifício que já apresentava alguma degradação, tendo em conta o seu abandono durante a última década.
Na próxima edição do Jornal A Voz de Esmoriz sairão mais detalhes sobre esta ocorrência.




Foto da nossa autoria


Correio do Leitor - Rui Fardilha alerta para o estado degradante da rede viária em Esmoriz

Vergonha é o que tenho notado nas poucas vezes que passo atualmente por Esmoriz...
O que se passa???
Serei eu o único a pisar os “Poços” de carro pelas estradas de ESMORIZ???
Acho que o estado das vias é lamentável, de um gosto degradante na cidade e seus cidadãos...
Sinceramente acho que se andasse por Esmoriz o tempo todo... iria apresentar as contas de pneus, suspensões, rótulas e casquilhos, alinhamentos, jantes e afins tanto à Junta como à Câmara...
Como???
Eh pá mandem o carro velho com vontade às covas... Chamem a polícia para levantar o auto (pagando o valor da queixa... +- 120€), e mandem reparar o carro todo no que diz respeito ao desgaste provocado pelos mesmos “Poços”... depois é apresentar a cópia do auto e da reparação total à Câmara e à Junta, sob a imposição de levar a questão ao distrito e até ao parlamento, sendo o último destino a comunicação social.
Irão ver se irão ou não resolver a questão de uma vez!!!
Desculpem-me os autarcas pela minha posição que acho que até fizeram muita coisa no último mandato, MAS, esquecem-se por demais das artérias por onde corre o sangue da vida de uma cidade!

Outro assunto...IMPORTANTE a REPOR QUE FOI RETIRADO ILEGALMENTE!!!!
Tratar do acesso às praias por parte dos moradores de rua de Matosinhos, que, desde o fecho da passagem de nível (comboio) que continua por resolver a questão da ilegalidade da mesma pelo fato de a distância a percorrer pelos mesmos, ser superior à distância mencionada na lei de acesso à passagem mais próxima!
Reforço que os moradores de baixo, rua da iria e afins estão em conformidade, agora os moradores da rua de Matosinhos, NÃO!

Abraço a todos e... espero vir a constatar as melhorias para os Esmorizenses! 
Boa semana!



Rui Fardilha



Resultado de imagem para rua matosinhos esmoriz

Foto da autoria de Carlos Alexandre

Joel Ricardo Santos trará diversão até Cortegaça

Joel Ricardo Santos, humorista português, virá, neste fim de semana, até Cortegaça, onde irá proporcionar grandes momentos de comédia. Seguindo o género de Stand-up comedy, Joel quererá certamente provocar umas valentes dores de barriga de tanto rir!
O evento está agendado para sábado à noite, devendo principiar às 22:00 e terminar às 24:00. O espectáculo terá lugar no pavilhão gimnodesportivo de Cortegaça (junto ao futpark). 
Parte da parte da receita acumulada reverterá a favor das Festas em Honra de Nossa Senhora de Nazaré 2018, constituindo assim, em simultâneo, uma causa nobre.
Os bilhetes estarão às vendas nos seguintes sítios:

- Padaria Doce mar - Praia de Cortegaça;
- Miradouro bar - Praia de Cortegaça;
- Papelaria Miranda - Cortegaça;
- Irmãos Ferreira - Arada;
- Rápida - Maceda;
- Escola de Condução Medieval - Santa Maria da Feira;
- Old Fashion Caffé - Santa Maria da Feira;
- Esperamos por si - Paços de Brandão;
- Armazém do café - Santa Maria da Feira.




domingo, 10 de junho de 2018

Quim Barreiros animou Gondesende

Realizam-se por estes dias as Festas em honra do Nosso Senhor das Febres que têm lugar em Gondesende. As festividades principiaram na passada sexta-feira, dia 8 de Junho, com a difusão de alguma música ambiente.
No dia 9 de Junho, sábado, o momento mais alto seria vivido à noite com Quim Barreiros a levar ao delírio quase duas centenas de cidadãos. Nem o mau tempo conseguiu estragar o concerto de um dos maiores ícones nacionais da música popular. Segundo nos relatou Adérito Ferreira, o povo usou o arraial para dançar efusivamente à moda antiga, deixando-se contagiar pelas melodias mais ousadas do mencionado artista.
Hoje, domingo, dia 10 de Junho, as celebrações assumiram um cariz mais religioso. Depois da descarga matinal de morteiros, seguiu-se uma missa solene às 11 horas conduzida pelo Pároco Fernando Campos e que contou com a presença activa do Grupo Coral de Gondesende. Da parte da tarde, decorreria a majestosa procissão em honra de Nosso Senhor das Febres, momento de fé que juntou inúmeros cidadãos ao longo das ruas de Gondesende. Os andores motivaram toda uma expressão de devoção que é conveniente assinalar. Também houve tempo para as actuações da Sociedade Musical União Nova de Ovar e da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz.
Nesta noite, teremos ainda um concerto do Grupo Tekos bem como o lançamento de fogo de artifício.
Amanhã, segunda-feira, dá-se o encerramento das comemorações com Bruno Cordeiro a prometer mais uma noite repleta de animação.
As festas em honra de Nosso Senhor das Febres assumem já uma tradição centenária em Gondesende.











Cartaz Oficial do Arraial da Barrinha

Agora já é oficial. Apresentamos perante os nossos leitores o Cartaz Oficial do Arraial da Barrinha. Não faltará animação e diversão naquela que será uma autêntica Assembleia do Povo e das Tradições Esmorizenses. Não faltem!




Direitos do Cartaz - Junta de Freguesia de Esmoriz